Sua imagem pode valorizar sua marca pessoal

Saiba como sua imagem pode valorizar sua marca pessoal!

Você já pensou o que sua imagem diz ao mundo a seu respeito? Sua aparência, seu comportamento, suas atitudes, tudo comunica alguma coisa. Suas escolhas falam e a sua forma de se vestir, seus cuidados pessoais e seu comportamento podem lhe ajudar ou atrapalhar a sua caminhada profissional. Você tem ideia do que pensam ou dizem de você?

 

E como fazer da sua imagem profissional uma aliada na busca do que você quer?

 

Muitos de nós têm o hábito de dizer que não se importam com o que os outros pensam! Mas reflita comigo… tudo o que fazemos, com exceção dos ermitões, é parte de nossas relações, têm a ver com as outras pessoas! Então, como não se importar com o que pensam?

 

Claro que não vamos deixar que decidam por nós ou que se metam na nossa vida, porém preocupar-se com o que os outros percebem de nós é um bom começo para termos relações mais positivas. E as boas relações nos rendem amizades, amores e oportunidades de negócio!

 

Eu venho de muitos anos de vida corporativa e agora me dedico à Gestão de Imagem e Marca Pessoal, orientando profissionais em suas carreiras para ajudá-los a alcançar seus objetivos. Tenho visto diferentes casos, onde a imagem potencializa a carreira e também o contrário.

 

Por isso, é importante que cada um entenda como a imagem pode fortalecer ou enfraquecer a sua Marca Pessoal e eleger o que seja mais conveniente a cada momento.

 

Imagem e Marca Pessoal

 

Cada um de nós é único, com seu próprio conjunto de talentos, habilidades, paixões, experiências, e todos impactamos os outros, deixando algum tipo de marca: a nossa Marca Pessoal, essa que existe porque vivemos e convivemos com outras pessoas!

 

A imagem é a parte tangível da nossa marca pessoal. É a percepção que os outros têm sobre nós. E como essa percepção se cria?

 

O cérebro humano interpreta tudo o que vê e escuta, guarda as impressões e, a partir destas, cria imagens que vão despertar as emoções. Essa interpretação é o que provoca o desejo de nos aproximarmos ou nos afastarmos, seja de uma paisagem, de uma música ou de alguém.

 

Falando de pessoas, essas imagens são formadas principalmente a partir do que é percebido do conjunto de:

Aparência: como nos apresentamos, como nos cuidamos, as roupas, o cabelo, a “decoração” que usamos, seja maquiagem, barba, piercings ou tatuagens;

Comportamento: nossa atitude, nossos gestos, o sorriso, o caminhar etc;

Conteúdo: o conhecimento que expressamos verbalmente quando tivermos a oportunidade.

 

Somente a aparência e o comportamento adequados não o levarão ao sucesso duradouro se você não tiver conteúdo. No entanto, se você tem muito talento, seu conhecimento é extenso e sua aparência e comportamento não mostram isso, você corre o risco de não ser reconhecido ou de ser visto da maneira errada!

 

Lembre-se: tudo o que fazemos, tudo o que demonstramos, de forma verbal e não verbal, comunica algo e faz parte da construção da nossa imagem.

 

Além de ser, é bom também você parecer!

 

Mas se a imagem está na cabeça dos outros, como podemos controlar isso?

 

Não podemos!

 

Mas podemos cuidar de nossa aparência e de nosso comportamento da melhor maneira possível para que sejamos interpretados de uma forma que nos seja favorável. E aqui, eu lhe conto o segredo: aprenda e use códigos visuais que lhe ajudem a transmitir o que você quer, a comunicar as mensagens que você deseja.

Códigos visuais

 

A primeira coisa que os outros notam na gente é a aparência saudável e o estado de espírito. Já percebeu que muitas vezes quando encontramos alguém pela primeira vez no dia, nos fazem algum comentário do tipo: “Tá triste?”, “Dormiu bem?”, “Que cara descansada!”?

 

Geralmente, o estado da nossa pele, parecendo bem tratada, sem apresentar palidez ou cor amarelada, fala de saúde. A nossa postura, o sorriso e o brilho nos olhos falam do nosso ânimo naquele momento, não importando se somos pessoas mais sorridentes ou não.

 

Repare que quanto melhor estamos, mais nosso corpo está ereto e o canto dos olhos e da boca apontam para cima. Se por características físicas, isso não acontece, podemos trabalhar o corpo e usar pequenos “truques” para ajudar a mostrar essas linhas ascendentes, que denotam bem-estar e, às vezes, até felicidade.

 

E não podemos esquecer da respiração. Se você já inclui a meditação na sua vida, sabe do que estou falando. Se não, basta começar prestando atenção na forma como respira e tratar de aprender a respirar adequadamente.

 

E isso nos leva a falar de postura. Trabalhe seu corpo para manter abdômen contraído, que faz com que sua coluna fique mais centrada e ereta e ponha seus ombros sempre para trás. Além de uma postura mais equilibrada e positiva, estudos mostram que as poses de peito aberto favorecem os sentimentos de confiança e poder. Deixo aqui outra vez o TED de Amy Cuddy que explica seu estudo sobre as poses de poder.

 


E procure manter a boa postura não só quando estiver de pé, mas também ao sentar. Nada de se esparramar na cadeira ou no sofá, parecendo jogado ou preguiçoso. Além de ser bom para sua imagem, ter o corpo aprumado, em posição confortável, favorece a sua coluna! E, com o passar dos anos, você agradecerá por ter se preocupado com isso.

 

As roupas que vestimos servem primeiramente para proteger o corpo, mas comunicam muito a nosso respeito. As cores, as formas, os caimentos contam histórias sobre nós. O ideal é que, a partir do que somos e de nossas preferências, façamos uso das roupas para contar o nosso melhor e criar conexão com as pessoas com quem estamos.

 

Sua imagem pode valorizar sua marca pessoal

Pensemos em Mark Zuckerberg, sempre citado como exemplo de que não precisamos cuidar do que vestimos. Você acha mesmo que é assim? Que ele não sabe ou não liga para a influência de sua imagem na comunicação? 

 

Quase 100% do tempo, ele é visto em jeans e camiseta ou  abrigos na cor cinza. Dito por ele, essa decisão vem de não querer gastar tempo na escolha do que vestir. Perfeito, uma coisa a menos para o seu cérebro privilegiado se preocupar!

 

No entanto, as T-shirts dele não são qualquer uma que se encontre por aí. De acordo com o New York Times, ele compra as de Brunello Cucinelli, um estilista italiano. E não deve ser simplesmente porque Mark quer e pode gastar 300 dólares em uma camiseta.

 

O ponto é que ainda que seja uma camiseta, tipo de peça associada a informalidade e a juventude, esta tem uma aparência refinada, de caimento perfeito, parece muito confortável e, pelo preço, provavelmente não entortará na primeira lavagem. Ainda que com uma simples camiseta cinza, Mark sempre se vê bem. E nunca o flagraram com a camiseta largona, desbotada ou furada!

 

Sua imagem pode valorizar sua marca pessoal

Para seu trabalho e a maioria de seus compromissos, Mark sempre está vestido de forma harmoniosa com suas T-shirts; porém ele entende tão bem o papel que a aparência tem na sua comunicação, que, há duas semanas, como em outras ocasiões formais, vestiu terno e gravata para seu depoimento ao Senado americano.

 

O que queria transmitir? Que entendia a formalidade e a seriedade do momento e que tem visão para estar lá entre as pessoas que fazem as leis do país.

 

Se quiser saber mais, veja a análise completa feita por Vanessa Friedman, diretora e crítica de Moda do New York Times desde 2014.

 

O corte do cabelo e da barba também influenciam este jogo. Se tem linhas mais retas passa mensagens de determinação, de estabilidade e força. Se as linhas são mais suaves, onduladas, trazem a sensação de mais acolhimento e flexibilidade. Se estão mais arrumados, controlados, podem falar de formalidade e até um certo conservadorismo. Se são mais revoltos e assimétricos, tendem a mostrar criatividade e o gosto por desafios.

 

E, por fim, os acessórios, tanto os adornos como brincos, relógios, bolsas etc… como também a maquiagem, tatuagens e o uso de piercings, chapéus. Tudo comunica algo. Fique atento! Observe e harmonize sua aparência!

 

Vamos ver mais um exemplo: Marcelo Novaes, ator brasileiro, em diversos papéis.

 

Sua imagem pode valorizar sua marca pessoal

 

Vemos diferença na roupa, no penteado e até na emoção em seu olhar. Aliás, em toda a expressão que ele traz no rosto! Se observarmos apenas um deles, teremos um conjunto de percepções; se olharmos o outro, outras sensações.

 

Podemos acreditar que é uma pessoa amistosa ou difícil de lidar, formal ou informal e muitas outras coisas, dependendo da foto que olharmos. Criamos sua imagem pessoal em nossa cabeça e coração. E vamos querer nos relacionar com um ou outro, dependendo de nossos interesses e objetivos!

 

Como aprimorar a sua imagem profissional

 

No campo profissional, passa o mesmo. As pessoas, sejam chefes, colegas, recrutadores, parceiros de negócio, quererão estar conosco se o que comunicarmos se encaixar naquilo que precisam. Então veja como faz sentido dar atenção e cuidar dos quatro pontos abaixo:

 

A intenção que temos a comunicar. Um profissional do mercado financeiro precisa comunicar credibilidade, autoridade, firmeza. Um médico tem que transmitir confiança, precisão. Melhor ainda, quando é caloroso e acolhedor, o paciente se sente mais confortável. Qual a sua área? O que se espera de um profissional como você? Pense!

 

O ambiente. Estar em sintonia com o estilo do lugar ajuda a que você seja bem recebido e se conecte de maneira mais fácil com quem estiver à sua volta. Procure ajustar sua aparência se você for a um banco, a uma start-up ou à festa do Oscar. A ideia é estar em harmonia. Nem muito mais, nem muito menos.

 

A cultura. Embora para algumas profissões, os hábitos sejam semelhantes em vários lugares do mundo, trabalhar na Espanha não é o mesmo que no Japão. Assim como trabalhar na capital de São Paulo pode ser mais formal que no interior para o mesmo tipo de organização. Você percebe essas diferenças e procura se adequar a elas? Observe!

 

Os interlocutores. Sabemos que o que vem de pessoas parecidas conosco é mais valorizado. Portanto se você quiser garantir que sua mensagem seja ouvida, procure, se possível, estar com sua aparência e seu comportamento em sintonia com os que você vai encontrar. Isso demonstra a vontade de estreitar relações e também o seu respeito pelos outros profissionais. Lembre de Mark Zuckerberg no Senado americano!

 

Perceba que os elementos sozinhos podem não significar muito, porém o conjunto da aparência e do comportamento criam percepções nos outros e as primeiras impressões geralmente marcam por um bom tempo. Estudos dizem que pode levar mais de seis meses para que se altere a primeira impressão que guardamos!

 

Nossa imagem profissional deve ser autêntica, saudável e atrativa, reforçando e tornando nossa Marca Pessoal mais valiosa, para que possa abrir os caminhos em direção aos nossos objetivos!

 

Portanto, fique de olho!

 

Se você tiver dúvidas do quanto a sua imagem está impulsionando ou prejudicando a sua trajetória, procure um especialista em Imagem. Este profissional conhece bem como utilizar as linhas, formas e cores para expressar suas verdadeiras qualidades por meio de sua aparência. Ele poderá lhe ajudar a traduzir o seu melhor na imagem e comportamentos que sejam mais favoráveis ao crescimento de sua carreira!

 

Tem outras ideias? Quer contribuir para o assunto? Deixe nos comentários!

 

Obrigada por ler o artigo e, se achar que ele pode ser útil a outras pessoas, por favor, curta e compartilhe em suas redes!

 

Sou Estrategista de Imagem e Marca Pessoal e posso lhe ajudar no desenvolvimento da sua carreira e na sua estratégia pessoal, contribuindo para que você seja mais feliz com sua vida e seu trabalho.

 

Entre em contato para saber como esse programa pode ser transformador para você!

 

Outros artigos que podem lhe interessar:

Como se destacar na multidão?

Fique ligado: a incoerência prejudica sua marca pessoal!

Os pequenos grandes detalhes da linguagem não verbal

 

 

 

 

 

 

 

2 Comments
Share Post
2 Comments
  • Rosana
    Responder

    Cara Deize, acompanho seus artigos e suas matérias me fazem refletir bastante. Sobre a matéria acima, como aumentar a minha autoconfiança para, ai então, melhorar a minha imagem pessoal? Abraços

    24/04/2018 at 10:02

Post a Comment