Seus valores são os pilares da sua marca pessoal

Quer ter sua marca pessoal forte e de valor?

 

Então, vamos começar pelos valores, com licença pelo trocadilho! Você consegue dizer exatamente quais são os seus?

 

Nossos valores são aqueles princípios que demonstramos sempre e dos quais não abrimos mão, é tudo aquilo que é inegociável! Estará presente em tudo o que fizermos e sempre rejeitaremos as situações em que eles são afetados. Por exemplo, se o respeito e a responsabilidade são parte dos seus valores, você não aceitará que alguém ofereça algo ao funcionário da CET para tirar a multa que ganhou!

 

Nossa marca pessoal é o que outros percebem de nós, o que pensam e sentem a nosso respeito, a partir do que comunicamos com o que falamos e como atuamos! E tudo isso parte dos nossos valores!

 

Se você nunca pensou sobre isso, saiba que eles são a fundação da sua marca pessoal! Por isso, é importante dedicar um tempo e criar o hábito de olhar para si, pois, para saber a resposta, você tem que se conhecer bem!

 

São nossos valores que guiam nossas escolhas,

nossas palavras e nosso comportamento!

 

Foto: Kevin Lamarque – Reuters

Porém não basta tê-los, é preciso saber comunicá-los!

 

Demonstrá-los claramente no dia a dia, lembrando que aquilo que demonstramos frequentemente é mais significativo que o que dizemos. Mais que falar de nossos valores, vivê-los é o que será percebido pelos outros e fará nossa marca pessoal forte e valiosa, ou não!

 

Pense na absurda jaqueta da Melania Trump na semana passada. Faz sentido a primeira dama do país usar uma roupa que diga: “Eu não me importo, e você?”? Que mensagem nos transmite?

 

Perceba que a marca pessoal forte e valiosa não é aquela que deixa antever alguém perfeito, que é bom pra caramba e não tem falhas. Ao contrário, ela é autêntica e mostra qualidades e defeitos, porém se destaca em sua humanidade, pela coerência e a busca constante de aperfeiçoamento.

 

No entanto, como podemos transmitir algo se não sabemos exatamente o que nos move, quais são nossos guias, nossas diretrizes de vida?

 

Conhece a ti mesmo!

 

Para melhor compreensão, vamos falar de autoconhecimento e o quanto isso é importante para a gestão da sua marca pessoal!

 

Ainda com a greve dos caminhoneiros na cabeça, lembro que foi impressionante a reação das pessoas durante a mesma, e não foi só com a senhora que ganhou os noticiários por comprar muitos quilos de arroz de uma só vez. Vimos muitas pessoas correndo aos supermercados para fazer estoques, sem se preocupar se o seu armazém particular poderia deixar alguém sem gêneros logo no dia seguinte.

 

Que valores teriam essas pessoas? Foram feitas comparações entre tragédias vividas em outras países, outras culturas, e as reações dos nossos comerciantes ao aumentar os preços, numa clara defesa de seu lucro individual. É para pensar, e não para julgar, pois a comparação foi feita entre as consequências, sem considerar as condições em que cada situação estava ocorrendo. A greve não se tratava de uma tragédia. E, sim, de uma estratégia bem orquestrada (via WhatsApp!) para pressionar o governo.

 

Algumas atitudes nos espantaram porque nos reconhecemos como um povo solidário, porém, individualmente, alguns não o demonstraram assim. E se não expressaram qualquer preocupação com os outros, seguramente não a tem mesmo. Sabemos que é nas situações de estresse que as pessoas mostram o seu melhor e o seu pior. Nós inclusive!

 

Por isso é que precisamos olhar profundamente para dentro, compreender o que é realmente importante para nós e o que consideramos fundamental para viver bem e em paz. Entender do que somos feitos nos ajuda a moldar nossos comportamentos para que sejamos percebidos pelo nosso melhor.

 

Nessa auto-análise podemos identificar também coisas que não gostamos, ver um lado sombrio, perceber que às vezes temos sentimentos que não achamos bonitos. Mas até esse lado que não achamos bacana deve ser acolhido e respeitado. Se for algo que não conseguimos trabalhar sozinhos, vale buscar especialistas, terapeutas, tudo o que possa nos ajudar a administrá-lo, entendendo que é parte de ser humano. Só não devemos confundir com princípios. Sentir raiva ou inveja não é valor, nem nos torna menos valiosos.

 

Os valores são seus guias! Portanto, se ainda não o fez, pare e pense! Escreva tudo que é realmente relevante para você: respeito, autonomia, generosidade, dinheiro, diversidade, confiança. Ou responsabilidade, lealdade, coragem, humor, gratidão, justiça? A lista pode ser imensa e só você poderá responder o que é que faz diferença na sua vida.

 

Considere a prioridade que essas características têm nas suas atitudes.

 

Invista um tempo para refletir sobre quem você é e quem almeja ser. Sempre é tempo de buscar o que desejamos para nós!

 

Deixe que o mundo te conheça!

 

Para que sejamos reconhecidos, precisamos primeiro ser conhecidos. Isso se dá tanto na vida offline como na online.

 

Falando do dia a dia físico, esteja atento para expressar esses princípios em suas conversas e atitudes, de forma coerente. Isso é essencial para todos que queiram deixar rastros positivos naqueles com quem convivem, seja no âmbito pessoal ou profissional.

 

Observe sua presença nas redes sociais. São bons canais para demonstrarmos nossos valores. O que fazemos no digital, seja os artigos que escrevemos, piadas que compartilhamos, curtidas que damos, tudo deixa sua marca também. Cuide bem dela.

 

Fique ligado com o significado das fotos que publica, com as conversas onde se insere, com compartilhamentos e curtidas em brincadeiras que hoje já não se aceitam! Use as mídias sociais a seu favor! Sem querer entrar em polêmica, você já sabe o que aconteceu com os brasileiros que se comportaram inadequadamente com as mulheres russas.

 

Marca pessoal forte e de valor é um trabalho da vida inteira, todos os dias buscando se conhecer mais, ser melhor em seus atos, fazer a diferença na vida de outras pessoas, contribuir para uma sociedade mais justa.

 

Também é um diferencial nesse mundo tão conturbado de hoje, onde existe tanta informação e tanta exposição. É fundamental administrá-la de forma consciente, aparando arestas e realçando o que temos de mais interessante. Assim construímos boas relações em todos os níveis e somos lembrados como alguém a admirar, como pessoas que queremos conhecer e estar junto.

 

E, afinal, o melhor que podemos querer da vida é construir relações saudáveis e que nos façam felizes, não é mesmo? Então, mãos à obra!

 

Obrigada por ler o artigo! Gostou? Curta, comente e compartilhe em suas redes, para que alcance mais pessoas! 

 

Sou Estrategista em Imagem e Marca Pessoal. O que mais gosto desse trabalho é contribuir para que os profissionais construam uma carreira brilhante e se sintam mais felizes com suas vidas. 

 

Veja aqui como o programa de Gestão de Marca Pessoal pode ser transformador na sua vida e na construção da sua carreira brilhante!

 

Visite o site e envie uma mensagem para aprofundarmos essa conversa.

 

Imagem: Divulgação

 

Outros artigos que podem lhe interessar:

O que você ganha ao cuidar da sua Marca Pessoal?

Fique ligado: a incoerência prejudica sua marca pessoal!

Saiba como sua imagem pode valorizar sua marca pessoal!

 

0 Comments
Share Post
No Comments

Post a Comment